03 julho 2006

Raiz quadrada de amanhã, um número imaginário


Parece boa ideia voltar para reabrir a avenida. Não se pode pretender meter todo o mundo num barco, querer que todo o mundo goste de um barco, que tb ele vai mudando. E quando estiverem as velas e o vento abertos ao mundo, aqueles que um dia aqui deixaram cair linhas a gosto ou a contra-gosto hão-de dizer que das vidas grandes não se digam coisas pequenas.
E que as imagens, manipuladas, multiplicadas por si próprias, revelam como de um número imaginário se constroem realidades.

3 comentários:

TR disse...

Fico contente!! É uma excelente ideia!! Bom regresso!! :-))

POLYPHEMUS disse...

Já é amanhã e a raiz quadrada calculada. Amanhã há mais.

Obrigado, TR. :)

Carla de Elsinore disse...

a viagem alucinante.