25 setembro 2005

Jardim do Campo Grande


Quando ainda eras a minha pequena, levava-te nas manhãs de domingo ao Campo Grande. Saias do carro, ainda ensonada e com as tuas bochechas um pouco caídas, os olhos deconfiados a olhar para cima. A olhar de soslaio para mim.
Mas davas-me ainda a mão, atravessávamos aquela pequena ponte de pedra guardada por uns leões de pedra e eu alugava um barquinho a remos. Aí os teus olhos mudavam de tom, como sempre acontecia se acaso alguma coisa feliz te passava pela mente, ou ainda se uma nuvem que escondesse o sol de repente se afastasse. Deixavas cair a mão e eu pegava em ti para te colocar no banco pequeno de popa. Depois eu via o teu sorriso, prometia um gelado e achava que era impossível que o tempo te fizesse crescer. Mas, apesar de eu acreditar em fadas, não houve maneira de manter o pacto que fiz com elas.

Mas sobram-me os teus olhos iguais e o teu ar feliz quando falas sem parar nos teus novos amigos. E naquele muito especial. Acho que ainda és a minha pequena, embora não vás mais comigo ao jardim.




Lascia ch'io pianga mia cruda sorte,
E che sospiri la libert?
E che sospiri, e che sospiri la libert?
Lascia ch'io pianga mia cruda sorte
E che sospiri la libert?

(Haendel - Rinaldo)

8 comentários:

Bastet disse...

Meu Deus! Muito obrigada por este post! Recordo no jardim do Campo Grande a mais bonita paixão que tive! :)*

katraponga disse...

:)

nina disse...

ola Carlos
a foto que acompanha o poema de Miguel Torga é do Enesto Matos e esta no livro les Trottoires Portugais (penso que seja em Lisboa)mas vou informar me melhor e logo te digo

ps:também aqui venho sempre visitar te

um beijinho
até logo

POLYPHEMUS disse...

Amiga Nina,

Ainda bem que gostas de vir aqui visitar-me.
Atenção que a pergunta sobre a foto foi feita por outro "comentador".

Bjs

MRF disse...

Ma fille, de Reggiani, conheces?

Sim, os olhos delas, será que as minhas vão manter este olhar? queria muito.

nina disse...

re ola! :-)
desculpa a confusão,jà reparei o erro
boa semana
beijo

POLYPHEMUS disse...

Regianni, sim conheço. Esteve em casa do meu tio numa sardinhada quando eu era adolescente. Bom tipo, gostava do Algarve e do Zeca

MRF disse...

ah privilegiado! eu só conheço as canções :)