21 janeiro 2006

Um cidadão compenetrado reflecte sobre o dia da eleição presidencial sequencial


Nice day, nice boat, no wind

5 comentários:

Palavras em Linha disse...

E era útil um ventozinho para ajudar os indecisos no reflexão!

jp disse...

O motor fora de borda serve para isso oh palavrinhas :o)

Elipse disse...

O motor leva o barco para onde o homem quiser. O vento não.
Mas... já acabou o período de reflexão... vamos a ver que motor nos vai orientar (ou desorientar) nos próximos tempos.

POLYPHEMUS disse...

é um motor antigo, o vento é mais honesto, que sabemos nós ?

Luis Villas disse...

Ora aqui está uma óptima alternativa.
Votar já é uma canseira.