17 fevereiro 2009

Chavez de casa


Ele encontrou as chaves de casa e não vai dá-las a ninguém.
Para poder dar a vida pela pátria enquanto viver, diz ele.


Eu telefonei ao Presidente da minha empresa e perguntei-lhe se ele não se importava que eu ficasse à dirigir a mesma até ao fim da vida, eu dava tudo pela empresa, vitalício mas abnegado e pela causa justa.

Ele não achou graça e acho que me vai mandar para a Venezuela à procura das Chavez, já que as Chaves de casa não fazem milagres destes.

Mandem postais.

3 comentários:

Marta disse...

há chaves e chaves :)

jp disse...

E vai ficar por lá muito tempo?

CA disse...

Ele diz que sim. O Hugo, claro!